Como é o comportamento de um usuário de maconha e como ajudá-lo?

Certamente o comportamento de um usuário de maconha é de dificilmente reconhecer que essa é uma droga que pode ser perigosa e como ajudá-lo, porém, recentemente, foi publicado um artigo diretamente no New England Journal of Medicine que acaba falando que o tratamento para a dependência dessa droga pode ser mais necessário do que muitos acreditam.

Além disso, de acordo com esse estudo, o uso dessa droga acaba prejudicando a capacidade de condução, além de estar completamente associado ao baixo desempenho escolar, e pode levar a psicoses, depressão e ansiedade.

Dessa forma, confira abaixo quais são os principais comportamentos apresentados por pessoas que fazem uso dessa substância e não reconhecem seus riscos!

Veja como é o comportamento de um usuário de maconha

Agora é importante entendermos qual é o comportamento de um usuário de maconha, sendo assim, confira abaixo os principais indícios:

  • Maior descuido com a higiene pessoal;
  • Mudança de vocabulário (em alguns casos);
  • Relacionamento com novos amigos geralmente irreverentes, falam muitas gírias e são descuidados;
  • A pessoa manifesta sentimento de culpa e deseja uma reparação;
  • Muitas vezes passa noites fora de casa;
  • Desmotivação total com as obrigações cotidianas tais como: estudar e trabalhar;
  • Mudança de hábitos tal como trocar o dia pela noite;
  • Inquietação e logo depois de passar o efeito irritabilidade;
  • Perda de interesse por atividades do dia a dia;
  • A pessoa precisa de maiores recursos para comprar essa droga em maior quantidade, em alguns casos excessivos a pessoa vende coisas de dentro de casa para conseguir sustentar o vício e manter o padrão;
  • Perda de sono ou até mesmo apetite, em alguns casos insônia ou ainda períodos de sono prolongados;

Agora falaremos dos sintomas físicos do uso de maconha, quanto aos imediatos:

  • Aceleração total dos batimentos cardíacos;
  • Leve desorientação de tempo e de espaço;
  • Coordenação motora é prejudicada;
  • Depressão;
  • Ataques de pânico ou ansiedade (apenas alguns usuários);
  • Boca seca;
  • Olhos vermelhos;
  • Pupilas dilatadas;
  • Começa a falar demais ou silenciar por longos períodos;
  • Falta de atenção;
  • Perda de memória;
  • Dificuldade de assimilar aprendizado e/ou conteúdos;
  • Risadas frequentes;

Ademais, os sintomas a longo prazo podem ser os mais diversos afinal, sabidamente a fumaça da maconha contém de 50% a 70% de substâncias cancerígenas, ademais, aqueles que são fumantes crônicos podem sofrer de bronquite e geralmente estão pigarreando ou tossindo.

Como ajudar um usuário de maconha?

Certamente não podemos dizer que o abuso da maconha traz os mesmos problemas que o uso de heroína ou metanfetamina por exemplo. Na verdade, o usuário de maconha, não se torna fisicamente viciado na substância, porém, o uso prolongado pode levar à reabilitação.

Essa é uma substância mentalmente viciadora, sendo assim, o usuário pode sim sentir que precisa dessa substância para se sentir melhor e/ou funcionar.

Ademais, muitas pessoas que acabam precisando de ajuda para se recuperar da maconha, possuem dificuldade em controlar o uso de drogas em geral, e a maioria delas acaba entendendo que mesmo essa droga acaba interferindo em diversos aspectos de suas vidas.

Quando a pessoa reconhece que está precisando de ajuda, certamente a recuperação se torna mais fácil, entretanto, na grande maioria dos casos, a pessoa não nota que está precisando de ajuda.

Algumas pessoas inclusive, são plenamente incapazes de parar de usar essa substância, por esse motivo é sempre importante a família e/ou amigos mais chegados prestarem atenção aos sinais e comportamentos apresentados pela pessoa.

Agora a pergunta que muitas pessoas acabam fazendo: existe reabilitação para a maconha? Saiba que a resposta é positiva, realmente a recuperação de dependência de maconha é possível em um dos vários programas de reabilitação para usuários da mesma.

Essa droga é tão perigosa quanto as demais? Certamente não, nem por isso deixa de prejudicar a vida daqueles que fazem uso contínuo dela. Lembrando, que não há motivo para se envergonhar, se a pessoa não consegue parar o ideal é sim buscar ajuda para se reabilitar.

A família muitas vezes não sabe onde procurar ajuda, sendo assim, o ideal é que busquem por centros de reabilitação que possuam especialização nesse tipo de tratamento e que estejam acostumados a lidar com esse tipo de dependência.

Ademais, é interessante o usuário de maconha reconhecer que precisa largar esse cigarro que parece simples, mas ao final das contas é capaz de trazer diversos problemas para sua vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Powered by WhatsApp Chat

× Podemos te ajudar?